Como é difícil ser mãe...

Tem momentos em que paro pra pensar e percebo o quanto é difícil ser mãe. Principalmente nos dias de hoje, onde estamos (por necessidade) cada vez mais ausentes do dia a dia deles. Como é difícil ser responsável pelo o que eles comem, com quem eles andam, o que eles falam, o que eles vestem, o que lê, o que fazem...tudo...tudo...tudo...

E se algo dá errado?? Se eles ficam doentes?? Se machucam?? Se decepcionam?? São enganados, magoados?? Fazem algo errado?? Como nos sentimos culpadas, por não ter dado “suficiente”,  feito o “suficiente”.

Depois que me tornei mãe foi que percebi que isso não é tarefa para todas. Não basta gerar um filho pra ser mãe...tem que aceitar esse papel com tudo que ele traz....aaaah ... e isso não é fácil. É uma bagagem grande...um pedaço de você se solta e passa andar sozinho...pensar sozinho...é um pedaço de você fora do corpo, que você quer acolher e proteger, contra tudo e contra todos.

Mulheres fracas não aguentam o tranco, fogem, se desesperam. Afinal, você se torna responsável por outro ser humano...as vezes de 2, 3, 4...

Quando esse sentimento de cansaço e desespero bate...corro pro meu canto e choro...choro...choro muito buscando força lá no fundo do meu ser ...as vezes doí...sim é dolorido. Acho que por isso Deus nos deu esse amor de mãe...tão louco, tão grande e cheio de força para cuidar de nossas crias. Tão grande que não cabe no peito.

É uma escolha feliz, por que tudo que eles nos proporcionam não tem preço. Um sorriso, um eu te amo...um abraço...um obrigado mamãe...e tantas outras coisas. Eu escolhi ser mãe e não  me arrependo nem por um segundo da minha vida. Pago minha conta tentando dar todo amor que posso e ensinando a eles a serem pessoas do bem.

Ser mãe é uma dádiva...ah se é....

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para meus alunos

Amor Próprio