Autoestima

Lá vem eu com minhas verdades...

Em primeiro lugar me sinto confortável para falar desse tema por que  sempre fui “acusada” de ter um excesso de autoestima, como se isso fosse ruim. Quando ouvia isso sempre vinha com: “ela se acha”, “ ela só quer ser”. Para falar a verdade nunca me abalei e até a fase  adulta nunca tinha pensando muito nesse lance.

Hoje sempre recebo essa “acusação” como elogio. Hoje também sei que auto estima é sinônimo de amor próprio, que diga-se de passagem é meu tipo de amor preferido. Acho que o mundo seria melhor se as pessoas tivessem mais autoestima. Haveria menos crimes passionais, menos transtornos de personalidade, menos depressão, menos...menos...menos...

Uma pessoa que se ama de verdade não se permite e não aceita menos. Quem se ama de verdade se valoriza. Não insiste em relacionamento ruim, não faz questão por relacionamentos mais ou menos, seja de que natureza for. Uma pessoa que se ama, não se sente inferiorizada por nada, nem ninguém. Segue de cabeça erguida. É consciente de suas falhas, por que não é perfeito, mas convive com elas sem neuras e explora até o lado positivo disso.

O importante é saber que esse sentimento é algo que pode ser construído, como todo amor, ele só precisa ser cultivado.

Vou ensinar uma técnica, na verdade mais uma brincadeira, que sempre fiz e costumo fazer com minhas amigas. PRONTA?

                    procure um espelho
                    posicione-se em frente a ele

E repita:

                    sou linda
                    sou inteligente
                    eu posso
                    eu consigo
                    sou mais eu
                    eu me amo
                    eu mereço mais, muito mais.

Mas faça com verdade, com sentimento e com coração. No fim você vai perceber que funciona, fica mais confiante, mais leve. Mas isso é um mantra. Vai participar de uma entrevista de emprego? Está super preparada, mas tá nervosa? Vai para frente do espelho. Conheceu alguém, mas acha que ele nunca vai olhar para você e já está pensando em desistir? Vai para frente do espelho.

Acredite, mas invista em você também. Estude, cuide-se, valoriza-se. Seja boa e do bem, deixe que as pessoas vejam isso em você, vai potencializar seu charme em 1000%. Sabe aquela pessoa que você não entende como todos andam em volta dela? Que está sempre com alguém interessante do lado? Ela nem é tão bonita? Nem tão inteligente como eu??? Por que??

Já ouvi vários nomes para esse “fenômeno” ... não, não é dinheiro... é charme. Gosto de chamar de borogodó. Não é beleza, nem classe social, nem carro da moda... borogodó vem de dentro para fora e o motor mor disso se chama autoestima. Ame-se que os outros não vão ter outro jeito se não te amar também.


p.s: Mas sempre leve um espelhinho na bolsa, nunca se sabe.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Carta para meus alunos

Amor Próprio